INNOVATION STUDIO

As ferramentas cruciais para se trabalhar com inovação.

Aproveite, é totalmente gratuito.

Escolha abaixo qual a área da inovação você mais se identifica e explore todos os frameworks:

Inovação Aberta

Como investir ou criar parcerias com startups para gerar valor à sua empresa.

Clique na imagem e saiba mais

Provas de Conceito (POC)

Clique na imagem e saiba mais

Jornada de Funding

Clique na imagem e saiba mais

5 níveis de engajamento

Clique na imagem e saiba mais

Funil de Inovação Aberta

Clique na imagem e saiba mais

Avaliação 5T

Clique na imagem e saiba mais

Mapa de Stakeholders

Quer aprofundar nessas ferramentas e colocá-las

em prática na sua carreira?

Acese nossa plataforma e tenha acesso a mais de 45 horas de conteúdo sobre inovação com lançamento de novas aulas toda semana.

Gestão da Inovação

Para te ajudar a disseminar o mindset inovador e se tornar um líder ou gestor de inovação.

Clique na imagem e saiba mais

Teses de Inovação

Clique na imagem e saiba mais

Lean Startup

Clique na imagem e saiba mais

Ciclo do Hype

Clique na imagem e saiba mais

Stagegates

Clique na imagem e saiba mais

Canvas da Inovação

Clique na imagem e saiba mais

Horizontes de Inovação

Clique na imagem e saiba mais

Jornada da Inovação Corporativa

Clique na imagem e saiba mais

Score de Iniciativas de Inovação

Clique na imagem e saiba mais

RICE Score

Novos Negócios

Para te ajudar a disseminar o mindset inovador e se tornar um líder ou gestor de inovação.

Clique na imagem e saiba mais

Problem-Solution Fit

Clique na imagem e saiba mais

Product-Market-Fit

Clique na imagem e saiba mais

Product-Channel Fit

Clique na imagem e saiba mais

Design Sprint

Clique na imagem e saiba mais

Duplo Diamante

Clique na imagem e saiba mais

TAM SAM SOM

Clique na imagem e saiba mais

Customer Development

Clique na imagem e saiba mais

Canvas de Proposta de Valor

Quer aprofundar nessas ferramentas e colocá-las

em prática na sua carreira?

Acese nossa plataforma e tenha acesso a mais de 45 horas de conteúdo sobre inovação com lançamento de novas aulas toda semana.

contato@fututedojo.com.br

Tel: 11 91330-3235

CNPJ 40.879.723/0001-27

 

Todos os direitos reservados © Future Dojo 2023

 

Provas de Conceito (POC)

O que é?

A prova de conceito (POC) é uma ferramenta utilizada para testar e validar a viabilidade e eficácia de uma ideia, conceito ou tecnologia em um ambiente controlado. Consiste em uma abordagem prática e experimental para avaliar a funcionalidade e os benefícios potenciais de uma iniciativa com um parceiro antes de sua implementação em larga escala.

Para que é?

Esse framework serve para reduzir riscos e incertezas ao avaliar a viabilidade técnica, operacional e financeira de um projeto com parceiros antes de realizar investimentos significativos. As POCs permitem identificar possíveis gargalos, ajustes necessários e insights valiosos sobre a aplicabilidade e o potencial de sucesso de um projeto ou iniciativa em conjunto.

Quando usar?

No desenvolvimento de um projeto ou quando há a necessidade de testar uma nova tecnologia ou abordagem. Elas são úteis para validar hipóteses, tomar decisões embasadas em dados empíricos e obter o apoio necessário para avançar para a próxima etapa do projeto. As POCs são especialmente relevantes em contextos de inovação, onde há maior incerteza e necessidade de mitigar riscos antes de um investimento completo.

Aprenda mais sobre inovação aberta:

Quer aprofundar nessa ferramenta e colocá-la em prática na sua carreira?

Jornada de Funding

O que é?

As diferentes etapas de funding para startups representam os estágios pelos quais uma startup pode passar para obter financiamento e suporte financeiro ao longo de seu ciclo de vida. Essas etapas são geralmente caracterizadas por diferentes fontes de investimento de acordo com o nível de maturidade da startup e do produto ou solução oferecida.

Para que é?

Esse framework serve como um guia para startups que buscam financiamento externo, permitindo compreender as etapas típicas de captação de recursos e as expectativas associadas a cada uma delas. Ele auxilia as startups a identificar as fontes de financiamento mais adequadas para cada estágio e se preparar melhor para as rodadas de negociação e os requisitos específicos de cada etapa.

Quando usar?

A jornada do funding pode ser utilizada em diferentes momentos do ciclo de vida da startup, à medida que ela progride e atinge marcos importantes. Cada etapa de funding é mais adequada para diferentes necessidades de financiamento e estágios de desenvolvimento da startup. Ao entender e aplicar esse framework, as startups podem estruturar suas estratégias de captação de recursos de forma mais eficaz e atrair os investidores apropriados em cada etapa de crescimento. Por outro lado, as corporações também conseguem utilizá-lo para desenhar suas próprias estratégias e teses de investimento.

Aprenda mais sobre inovação aberta:

Quer aprofundar nessa ferramenta e colocá-la em prática na sua carreira?

5 Níveis de Engajamento

O que é?

Os 5 níveis de engajamento representam os diferentes modelos de aproximação e parceria entre corporações e startups. Cada nível ou degrau simboliza uma estratégia de relacionamento diferente, indo do mais básico, que é a contratação de startups como fornecedoras de um produto ou solução, ao mais avançado, que é a aquisição de startups através de M&A (fusões e aquisições).

Para que é?

Esse framework serve para nortear corporações interessadas em estabelecer parcerias e ter interações estratégicas com startups. Ele fornece uma estrutura para entender e selecionar o modelo de engajamento mais adequado com base nos objetivos e no estágio de maturidade da corporação e da startup envolvida. O framework permite às corporações explorar diferentes níveis de colaboração e identificar as abordagens mais benéficas para impulsionar seu crescimento através da inovação.

Quando usar?

O framework dos 5 níveis de engajamento é aplicado quando existe o interesse em explorar sinergias com parceiros externos, com o objetivo de aprimorar a competitividade ou alavancar novas tecnologias e modelos de negócios. Esse framework pode ser utilizado tanto por grandes corporações que desejam apoio para inovar, quanto por startups em busca de sinergias oportunidades de parceria com empresas estabelecidas. Ao analisar os diferentes níveis de engajamento, é possível selecionar a estratégia de colaboração mais adequada para alcançar os objetivos desejados.

Aprenda mais sobre inovação aberta:

Quer aprofundar nessa ferramenta e colocá-la em prática na sua carreira?

Funil da Inovação Aberta

O que é?

O Funil da Inovação Aberta é um framework utilizado para visualizar e gerenciar toda a jornada de inovação aberta de ponta a ponta, desde a identificação de oportunidades até a implementação das soluções. Ele representa as etapas pelas quais as ideias e propostas de colaboração são submetidas até serem validadas e se tornarem projetos de inovação concretos.

Para que é?

Esse framework serve para organizar e estruturar o processo de inovação aberta, permitindo uma gestão eficiente das ideias e iniciativas ao longo do processo da inovação aberta. Ele ajuda a identificar oportunidades, filtrar e selecionar as propostas mais promissoras, conduzir avaliações e negociações, até a implementação das parcerias ou projetos. O Funil da Inovação Aberta facilita a tomada de decisões e o direcionamento dos recursos em cada etapa do processo.

Quando usar?

O Funil da Inovação Aberta é aplicado quando há o interesse em explorar ativamente ideias e soluções externas, estabelecendo parcerias com startups, colaborando com universidades, ou envolvendo a comunidade em geral no processo de inovação. O framework do Funil da Inovação Aberta pode ser utilizado para guiar e otimizar as atividades de identificação, seleção, avaliação e implementação de projetos inovadores, permitindo uma abordagem estruturada e eficaz ao longo do processo de inovação

Aprenda mais sobre inovação aberta:

Quer aprofundar nessa ferramenta e colocá-la em prática na sua carreira?

Business Engagement

Avaliação 5T

O que é?

Avaliação 5T é um framework utilizado para avaliar e selecionar startups. É uma forma de analisar o grau de aderência entre dois modelos de negócios e encontrar as principais sinergias e oportunidades a serem exploradas.

Para que é?

Esse framework reúne 5 critérios relevantes para uma potencial parceria ou investimento com startups: O tamanho do mercado, os membros do time, dados históricos de crescimento, o produto e por fim seu potencial de desenvolvimento e expansão no mercado. Dessa forma, é possível obter uma leitura completa e integrada dos aspectos que mais importam nessa avaliação.

Quando usar?

O framework de Avaliação 5T é utilizado na prática quando há a necessidade de avaliar e selecionar startups para possíveis iniciativas em conjunto ou apostes financeiros. Ele é aplicado em momentos em que uma organização busca inovação externa e deseja identificar startups que apresentem potencial de sinergia com o seu modelo de negócios ou que possam trazer vantagens estratégicas.

Aprenda mais sobre inovação aberta:

Quer aprofundar nessa ferramenta e colocá-la em prática na sua carreira?

Business Engagement

Mapa de Stakeholders

O que é?

O mapa de stakeholders é uma ferramenta de análise usada para identificar e visualizar as partes interessadas em um projeto, iniciativa ou negócio. Ele é representado graficamente como um diagrama que mostra os grupos de stakeholders e seus níveis de interesse e influência no projeto ou iniciativa.

Para que é?

Esse framework ajuda a compreender melhor as necessidades, expectativas e dores das partes interessadas no projeto ou iniciativa em questão. Ele também pode ajudar a mapear potenciais conflitos e alianças, e garantir que os agentes certos estejam envolvidos na tomada de decisão. O mapa de stakeholders otimiza a comunicação e a colaboração entre as pessoas e aumenta as chances de sucesso do projeto.

Quando usar?

O mapa de stakeholders pode ser usado para o planejamento estratégico de um projeto, resolução de conflitos e mapeamento de sinergias. Ele é especialmente útil em iniciativas que envolvem múltiplas partes interessadas ou que têm um impacto significativo na comunidade ou no meio ambiente. Esse framework é amplamente usado por gerentes de projetos, líderes de negócios, equipes de desenvolvimento de produtos e outras pessoas envolvidas em processos de tomada de decisão.

Aprenda mais sobre inovação aberta:

Quer aprofundar nessa ferramenta e colocá-la em prática na sua carreira?

Teses de Inovação

O que é?

Teses de Inovação são hipóteses e proposições que norteiam as decisões e estratégias de inovação de uma corporação. As teses são constituídas a partir de territórios, que são os temas em que a corporação deseja atuar, e desafios, que são perguntas que o mercado ainda não respondeu.

Para que é?

As Teses de Inovação servem para guiar a tomada de decisões em relação aos investimentos em inovação. Elas ajudam as empresas e investidores a focar seus recursos em áreas de maior potencial de retorno, mapeando tendências de mercado e necessidades dos clientes. As Teses de Inovação também ajudam a alinhar a estratégia de inovação com a estratégia corporativa, garantindo que os investimentos em inovação estejam alinhados com os objetivos estratégicos da empresa.

Quando usar?

As Teses de Inovação podem ser utilizadas em diferentes momentos, dependendo do objetivo. Elas podem ser utilizadas nas etapas iniciais de projetos de inovação para definir prioridades e áreas de investimento, ou como um meio de avaliar e priorizar iniciativas já existentes. Elas também podem ser utilizadas em qualquer setor ou área de negócios. As Teses de Inovação são particularmente úteis para empresas que desejam inovar em um mercado em constante mudança e incerteza, ajudando a reduzir o risco de investimentos em inovação mal direcionados.

Aprenda mais sobre gestão da inovação:

Quer aprofundar nessa ferramenta e colocá-la em prática na sua carreira?

Lean Startup

O que é?

O Lean Startup é uma abordagem ao empreendedorismo e desenvolvimento de negócios que busca criar produtos e serviços de forma ágil. Esse método enfatiza a importância da experimentação contínua e do aprendizado validado, encorajando que a testagem rápida de ideias no mercado, o aprendizado com os erros, e a iteração contínua do produto ou serviço.

Para que é?

O Lean Startup ajuda a reduzir riscos e incertezas inerentes ao desenvolvimento de novos empreendimentos. O Lean Startup encoraja o empreendedor a construir um MVP (Produto Viável Mínimo) para validar suas hipóteses de negócio antes de fazer grandes investimentos. Isso ajuda a direcionar a construção de funcionalidades do produto, evitando o desperdício de recursos e possibilitando a obtenção de feedback dos clientes em tempo real para aprimorar o produto ao longo do tempo.

Quando usar?

O Lean Startup é uma forma de pensamento utilizada principalmente em estágios iniciais do desenvolvimento de uma startup ou empreendimento inovador, mas pode ser aplicado em qualquer fase do ciclo de vida do negócio. É utilizado quando há incerteza sobre o mercado, clientes e viabilidade do produto ou serviço. O Lean é bastante útil em ambientes de alta volatilidade, onde a rápida adaptação e aprendizado são essenciais para o sucesso. Ao adotar a abordagem do Lean Startup, empreendedores e startups podem agir de forma mais estratégica, identificando oportunidades, pivotando rapidamente quando necessário e construindo soluções que atendam às reais necessidades do mercado, resultando em um empreendimento mais ágil, eficiente e sustentável.

Aprenda mais sobre gestão da inovação:

Quer aprofundar nessa ferramenta e colocá-la em prática na sua carreira?

Opportunity Engineering

Ciclo do Hype

O que é?

O hype cycle é um framework criado pela consultoria de pesquisa Gartner para descrever o ciclo de adoção de uma tecnologia ou inovação. Ele é representado como um gráfico que mostra o nível de expectativa e interesse em relação a uma tecnologia ao longo do tempo.

Para que é?

O hype cycle serve como uma ferramenta de previsão de tendências que ajuda as empresas a tomar decisões informadas sobre investimentos em tecnologias emergentes. Ele permite que as empresas entendam a maturidade e a adoção de uma tecnologia específica, identifiquem as barreiras para a adoção e prevejam como a tecnologia será utilizada no futuro.

Quando usar?

O hype cycle pode ser usado para avaliar tecnologias emergentes, o planejamento de investimentos em inovação, o monitoramento de tendências tecnológicas e a identificação de oportunidades de negócios. Ele pode ser particularmente útil para empresas que operam em setores de tecnologia, onde a adoção rápida e a inovação são essenciais para manter a competitividade.

Aprenda mais sobre gestão da inovação:

Quer aprofundar nessa ferramenta e colocá-la em prática na sua carreira?

Project management

Stagegates

O que é?

Stagegates é um framework de gerenciamento de projetos que divide o processo de desenvolvimento em estágios ("stages") e checkpoints ("gates"). Em cada checkpoint, há uma avaliação rigorosa do progresso do projeto, com critérios de aprovação específicos para avançar para o próximo estágio.

Para que é?

Esse framework serve para gerenciar e minimizar riscos, aumentando as chances de sucesso em um projeto. Ele conta com uma estrutura para avaliar e monitorar o progresso do projeto em cada etapa, o que garante que os recursos e investimentos estejam alocados corretamente.

Quando usar?

Pode ser usado em vários tipos de projetos de desenvolvimento de produtos, de produtos físicos até softwares e serviços. É especialmente útil em projetos complexos que envolvem muitas etapas e partes interessadas, pois ajuda a garantir que todos os aspectos do projeto sejam avaliados antes de avançar para a próxima fase. O framework dos Stagegates pode ser usado por equipes de desenvolvimento de produtos, gerentes de projetos e líderes de negócios que buscam uma abordagem sistemática e estruturada para o desenvolvimento.

Aprenda mais sobre gestão da inovação:

Quer aprofundar nessa ferramenta e colocá-la em prática na sua carreira?

Canvas da Inovação

O que é?

O canvas do roadmap da inovação é um framework utilizado para ajudar no processo de estruturação de um projeto e planejamento da governança. É uma forma organizar num único lugar todas as informações relevantes para a execução do projeto.

Para que é?

Esse framework está dividido em 3 frentes macro: Input, máquina, e output. O 'Input' está associado à definição e alinhamento de teses de inovação. 'Máquina' tem a ver com as ações e processos para tirar o projeto do papel. Por fim, o 'Output' diz respeito aos resultados esperados e como mensurá-los.

Quando usar?

O Canvas da Inovação é frequentemente utilizado nas etapas iniciais do planejamento de projetos de inovação. É ferramenta poderosa para comunicar o projeto de forma clara, conseguir apoio de outras áreas de negócio e alinhar com partes interessadas. Além disso, ele permite o monitoramento e a avaliação dos resultados ao longo do tempo.

Aprenda mais sobre gestão da inovação:

Quer aprofundar nessa ferramenta e colocá-la em prática na sua carreira?

Innovation toolkit

Horizontes de Inovação

O que é?

Horizontes de Inovação é um framework que divide a inovação em três categorias com base no nível de maturidade e impacto no mercado: Horizonte 1, Horizonte 2 e Horizonte 3. O Horizonte 1 se refere à inovação incremental, ou seja, melhorias sucessivas em produtos ou serviços que já existem. O Horizonte 2 se refere a inovações disruptivas em áreas adjacentes às já existentes, enquanto o Horizonte 3 se refere a inovações radicais, que criam novos mercados e produtos que não existiam antes.

Para que é?

Os Horizontes de Inovação podem ser usados em empresas de qualquer tamanho, em qualquer setor ou mercado, que buscam gerar crescimento e manter uma vantagem competitiva sustentável. O modelo é particularmente útil para empresas que desejam explorar novas oportunidades e mercados, além de desenvolver uma estratégia de inovação equilibrada e bem-sucedida. O modelo pode ser usado por empreendedores, líderes de inovação, e estrategistas que desejam criar uma estratégia de inovação assertiva.

Quando usar?

O modelo dos Horizontes de Inovação ajuda as corporações a gerir e planejar melhor seus esforços de inovação. Ele permite que as empresas equilibrem suas atividades de curto e longo prazo e desenhem suas estratégias de inovação. O modelo também ajuda a identificar oportunidades de crescimento, avaliar riscos e direcionar recursos de forma mais eficaz.

Aprenda mais sobre gestão da inovação:

Quer aprofundar nessa ferramenta e colocá-la em prática na sua carreira?

Jornada da Inovação Corporativa

O que é?

A jornada da inovação corporativa é um framework que explica cada etapa da inovação dentro de empresas, desde os primeiros passos até a ambidestria - o nível de maturidade mais avançado em inovação. Em cada estágio, existem diferentes mecanismos de fomento e desafios a serem superados.

Para que é?

Esse modelo proporciona uma visão holística de todo o processo de inovação, com seus respectivos desafios e oportunidades. Ele se divide em 5 etapas: Primeiros passos, descoberta, transformação, performance e ambidestria. Trata-se de uma forma sistemática de compreender a inovação corporativa e obter um diagnóstico do nível de maturidade em inovação das empresas.

Quando usar?

A jornada de inovação corporativa é uma forma eficaz de comunicar o propósito e os objetivos da inovação. É uma maneira de tornar mais concreto qual é o caminho a ser percorrido e o que é necessário para atingir a ambidestria, que é o estágio mais avançado de inovação. Esse framework pode ser especialmente útil para simplificar a comunicação com outras áreas e stakeholders durante o processo de estruturação de uma área de inovação.

Aprenda mais sobre gestão da inovação:

Quer aprofundar nessa ferramenta e colocá-la em prática na sua carreira?

Score de Iniciativas de Inovação

O que é?

O score de iniciativas é um modelo que ajuda a melhor compreender o potencial de impacto e retorno de um projeto de inovação com base em 3 fatores: A dor de mercado que a iniciativa endereça, se o timing é favorável ou não, e as capacidades únicas que permitem alcançar essa visão.

Para que é?

Além de proporcionar um bom diagnóstico das iniciativas, esse framework também facilita o processo de priorização de projetos. Ele permite uma fácil visualização dos riscos e trade-offs de cada iniciativa e contribui para uma comunicação mais clara entre as partes envolvidas e uma tomada de decisão mais assertiva.

Quando usar?

O score de iniciativas de inovação pode ser uma ferramenta poderosa no contexto da gestão do portfólio de projetos. Empresas que já possuem uma área de inovação estruturada enfrentam o desafio de acompanhar múltiplas iniciativas ao mesmo tempo, e tomar decisões estratégicas sobre a alocação de orçamento e pessoas. O score de iniciativas é uma abordagem simples e sistemática para embasar essas decisões e pode ser personalizado de acordo com os objetivos de negócio.

Aprenda mais sobre gestão da inovação:

Quer aprofundar nessa ferramenta e colocá-la em prática na sua carreira?

RICE Score

O que é?

O RICE Score é uma metodologia de priorização de projetos ou iniciativas de inovação. Ele mensura o potencial de retorno de uma iniciativa com base em 4 critérios: Alcance, impacto, confiança e esforço, representados por cada letra da sigla RICE.

Para que é?

Essa metodologia ajuda a analisar e ponderar sobre o retorno de iniciativas, ajudando a direcionar o foco e orçamento da organização para os projetos que tem maior potencial de sucesso. Como o RICE Score é baseado em um modelo matemático, ele reduz a subjetividade de iniciativas de alto risco e tangibiliza melhor seus potenciais ganhos.

Quando usar?

A metodologia do RICE Score pode ser usada em qualquer etapa da gestão de projetos, seja para delimitar melhor o escopo de uma iniciativa ou para escolher entre diferentes propostas de projeto, ou funcionalidades em um produto. Devido à sua simplicidade, o RICE Score é uma poderosa ferramenta de comunicação e alinhamento com stakeholders. Além disso, por ser baseado numa fórmula matemática, essa abordagem também tende a reduzir o enviesamento das discussões.

Aprenda mais sobre gestão da inovação:

Quer aprofundar nessa ferramenta e colocá-la em prática na sua carreira?

Problem-Solution Fit

O que é?

O Problem-Solution Fit, é um modelo que descreve a sinergia ou "encaixe" entre um problema e um produto ou serviço que o solucione de forma eficaz. Refere-se ao seu potencial de aliviar uma dor ou gerar valor a um perfil determinado de clientes.

Para que é?

Esse conceito permite observar se o produto ou serviço de fato oferece uma solução que corresponda a dores reais de um segmento de clientes. O Problem-Solution Fit ajuda as startups a focarem seus esforços em encontrar um equilíbrio entre o que oferecem (solução) e o que o mercado realmente necessita (problema). Dessa forma, reduz riscos e incertezas associados ao desenvolvimento de produtos ou serviços que possam não atender às expectativas dos clientes.

Quando usar?

O conceito de Problem-Solution Fit é utilizado especialmente nos estágios iniciais de desenvolvimento do produto, mas deve ser revisto continuamente. É usado para entender as necessidades dos clientes, validar hipóteses e encontrar rapidamente a melhor solução para um problema identificado. O objetivo é alcançar um match perfeito entre o problema e a solução, e assim garantir que o produto ou serviço oferecido terá potencial de crescimento no futuro.

Aprenda mais sobre venture building:

Quer aprofundar nessa ferramenta e colocá-la em prática na sua carreira?

Product-Market Fit

O que é?

Product-Market Fit um modelo que descreve a sinergia ou "encaixe" entre um produto específico e um mercado. É o seu potencial de satisfazer as demandas de um número considerável de consumidores em um determinado segmento ou mercado.

Para que é?

O Product-Market Fit estabelece parâmetros para determinar se um produto realmente tem sucesso em seu território, gerando receita e fidelização de clientes. Quando uma empresa alcança o Product-Market Fit, significa que ela criou um produto que é compatível com o mercado e que os clientes estão dispostos a pagar por ele.

Quando usar?

O Product-Market Fit deve ser uma preocupação desde o início do desenvolvimento do produto, mas é especialmente importante durante a fase de validação de ideias e prototipagem. É necessário avaliar constantemente se o produto está atendendo às necessidades do mercado e realizar ajustes para garantir que o produto se adapte às demandas dos clientes a que ele é direcionado.

Aprenda mais sobre venture building:

Quer aprofundar nessa ferramenta e colocá-la em prática na sua carreira?

Product-Channel Fit

O que é?

O Product-Channel Fit é um conceito que descreve a compatibilidade entre um produto ou serviço e seus respectivos canais de divulgação e distribuição. Ele diz respeito à identificação e encaixe entre os meios utilizados para alcançar seu público-alvo.

Para que é?

Esse conceito ajuda a visualizar se o produto ou serviço é entregue ao mercado de forma eficiente, atingindo o público-alvo esperado, no momento certo e pelo canal mais adequado. O Product-Channel Fit ajuda as empresas a direcionarem seus esforços de marketing e vendas, Quando um produto alcança Product-Channel Fit, isso significa que os canais utilizados para impulsioná-lo de fato são eficazes, o que maximiza seu potencial de alcance e aceitação do público-alvo.

Quando usar?

O conceito de Product-Channel Fit é aplicado durante o planejamento estratégico de marketing e vendas de um produto ou serviço. É utilizado para identificar os canais de distribuição mais eficazes e relevantes para alcançar os clientes-alvo. As empresas buscam entender como seus clientes preferem adquirir produtos ou serviços semelhantes e alinhar suas estratégias de distribuição com essas preferências. O objetivo é otimizar a penetração de mercado e a eficácia das vendas, garantindo que o produto ou serviço chegue às mãos dos consumidores de maneira mais conveniente e satisfatória possível. Através desse conceito, as empresas podem aumentar sua competitividade, impulsionar seu crescimento e aprimorar a experiência do cliente ao longo do processo de compra.

Aprenda mais sobre venture building:

Quer aprofundar nessa ferramenta e colocá-la em prática na sua carreira?

Design Sprint

O que é?

O Design Sprint é um processo criativo utilizado para solucionar problemas e desenvolver produtos ou serviços de forma ágil e colaborativa. Esse método foi criado e popularizado pela Google e é inspirado em técnicas de design thinking, prototipagem rápida e metodologias ágeis. O Design Sprint normalmente dura uma semana e envolve uma equipe multidisciplinar trabalhando em conjunto para criar soluções inovadoras.

Para que é?

Ele é especialmente útil para empresas que precisam de soluções criativas e eficientes em um ambiente de constante mudança. O processo de Design Sprint ajuda as equipes a validar ideias e testar hipóteses rapidamente, reduzindo o tempo e o custo de desenvolvimento de produtos. Além disso, o Design Sprint também ajuda a alinhar as equipes em relação a um objetivo comum e a criar um senso de propriedade e comprometimento com o projeto.

Quando usar?

O Design Sprint é útil quando uma empresa ou equipe precisa solucionar um problema complexo, criar um novo produto ou serviço, ou melhorar um produto ou serviço já existente. Ele pode ser utilizado em diferentes fases de desenvolvimento, desde a concepção até o lançamento de um produto. O Design Sprint é particularmente útil quando há pouco tempo para desenvolver uma solução, ou quando há incertezas sobre a eficácia de uma ideia ou solução proposta. Ele também pode ser utilizado para validar hipóteses ou ideias antes de investir tempo e recursos significativos em um projeto.

Aprenda mais sobre venture building:

Quer aprofundar nessa ferramenta e colocá-la em prática na sua carreira?

Business Design

Duplo Diamante

O que é?

O Double Diamond é um framework de design thinking que ajuda a nortear o processo inovador. Ele é representado graficamente como duas fases distintas do processo: divergência e convergência. Cada fase é representada por um diamante, daí o nome "Double Diamond".

Para que é?

O Double Diamond serve para ajudar as equipes a identificar problemas e oportunidades, gerar ideias criativas, desenvolver soluções e testá-las. Ele incentiva a empatia e o pensamento criativo para gerar soluções inovadoras e centradas no usuário.

Quando usar?

O Double Diamond pode ser usado em várias situações, incluindo a criação de novos produtos ou serviços, a melhoria de processos ou experiências existentes, a resolução de problemas complexos ou a exploração de novas oportunidades de negócios. Ele pode ser especialmente útil em situações onde a solução não é óbvia e envolve múltiplas partes interessadas. O Double Diamond pode ser usado por equipes de inovação, designers, líderes de negócios e outras pessoas envolvidas em processos criativos.

Aprenda mais sobre venture building:

Quer aprofundar nessa ferramenta e colocá-la em prática na sua carreira?

Business Fundamentals

TAM SAM SOM

O que é?

O TAM SAM SOM é um modelo usado para avaliar o potencial de mercado de um produto ou serviço. O modelo divide o mercado em três categorias: TAM (Total Available Market), SAM (Serviceable Available Market) e SOM (Serviceable Obtainable Market). O TAM representa o tamanho total do mercado, o SAM é o tamanho do mercado em que uma empresa pode atuar e o SOM é a parcela do mercado que uma empresa pode realmente alcançar no atual momento.

Para que é?

O modelo TAM SAM SOM ajuda a entender o potencial de mercado de um produto ou serviço, fornecendo uma visão clara do tamanho do mercado, da concorrência e da oportunidade para o produto. Ele ajuda as empresas a estabelecer metas realistas, avaliar a viabilidade de um produto ou serviço e encontrar oportunidades de crescimento. O modelo também ajuda a definir uma estratégia de marketing mais eficiente e alocar recursos de forma mais eficaz.

Quando usar?

O modelo TAM SAM SOM pode ser usado em diferentes estágios de um negócio, desde o planejamento inicial até o lançamento de novos produtos e expansão de mercado. Ele é especialmente útil para startups e empresas que buscam entrar em novos mercados ou lançar novos produtos. O modelo TAM SAM SOM é bastante usado por gerentes de marketing, estrategistas de negócios e empreendedores que desejam avaliar o potencial de mercado de um produto ou serviço.

Aprenda mais sobre venture building:

Quer aprofundar nessa ferramenta e colocá-la em prática na sua carreira?

Customer Development

Modelo de Desenvolvimento do Cliente

O que é?

O Customer Development é uma estratégia que visa entender e atender às necessidades dos clientes de maneira iterativa e eficiente. Essa abordagem destaca a importância de validar hipóteses sobre o mercado e os consumidores antes de investir grandes montantes em novos produtos ou serviços. O Customer Development reconhece que o sucesso de uma empresa está diretamente ligado à compreensão profunda das demandas do cliente desde as fases iniciais do desenvolvimento de um produto ou serviço.

Para que é?

Este modelo tem como objetivo principal evitar desperdícios de recursos ao criar produtos ou serviços que não atendam às expectativas do mercado. Ao aplicar os princípios do Customer Development, as empresas conseguem mitigar riscos, otimizar investimentos e criar soluções mais alinhadas com as reais necessidades dos clientes. Ele se desdobra em quatro etapas: Descoberta do Cliente, Validação, Criação do Cliente e Criação do Mercado. Serve como um guia para empresas que buscam um entendimento mais profundo do mercado antes de escalarem seus esforços.

Quando usar?

O Customer Development é especialmente útil para empresas e startups novas, que buscam introduzir e validar novas ofertas no mercado. É aplicado desde as fases iniciais de ideação, permitindo que as organizações façam iterações com base no feedback constante dos clientes. Esse modelo é valioso não apenas desenvolver produtos, mas também construir um mercado sólido e um modelo de negócios sustentável. Através do Customer Development, as empresas podem otimizar seus esforços, através de uma abordagem centrada no cliente desde o início do ciclo de vida do produto.

Aprenda mais sobre venture building:

Quer aprofundar nessa ferramenta e colocá-la em prática na sua carreira?

Value Proposition Canvas

Canvas de Proposta de Valor

O que é?

O Value Proposition Canvas, ou simplesmente Canvas de Proposta de Valor (PUV), é uma ferramenta estratégica utilizada para compreender e descrever de maneira visual a proposta de valor de um produto ou serviço. Desenvolvido por Alex Osterwalder, co-autor do Business Model Canvas, esse modelo é projetado para analisar e alinhar as expectativas entre o cliente e a empresa. Ele consiste em dois principais blocos: Perfil do Cliente e Mapa de Valor.

Para que é?

A finalidade principal do Canvas de Proposta de Valor é proporcionar uma compreensão clara de como um produto ou serviço atende às necessidades específicas dos clientes. Ao focar no perfil do cliente, identificando suas dores, ganhos e tarefas, e no mapa de valor, que destaca os benefícios oferecidos pelo produto ou serviço, as empresas conseguem criar propostas de valor mais eficazes e alinhadas com as expectativas do mercado. Essa ferramenta é fundamental para a definição e refinamento da estratégia de posicionamento no mercado.

Quando usar?

O Value Proposition Canvas pode ser de grande utilidade durante o desenvolvimento de um produto ou serviço. Pode ser aplicado tanto em novos lançamentos quanto na otimização de ofertas já existentes. Empresas que buscam uma diferenciação clara da concorrência encontram no Canvas de Proposta de Valor uma abordagem estruturada para entender e comunicar de forma eficaz os benefícios oferecidos aos clientes. Utilizando essa ferramenta desde as etapas iniciais do desenvolvimento, as organizações conseguem ajustar suas propostas de valor com base no feedback contínuo dos clientes, maximizando assim a relevância e o impacto no mercado.

Aprenda mais sobre venture building:

Quer aprofundar nessa ferramenta e colocá-la em prática na sua carreira?

Esse recurso faz parte da nossa plataforma de inovação

Assine a Future Dojo para desbloquear esse recurso e acesse:

+7

cursos online

Lançamentos semanais

+20

ferramentas atualizadas

oportunidades de carreira